Preditor espacial da resposta à imunoterapia no cancro da mama triplo-negativo

Ricella Silva

Artigos

Preditor espacial da resposta à imunoterapia no cancro da mama triplo-negativo

“O principal objetivo é olhar a organização espacial desse tumor tentando entender se há um biomarcador confiável para dizer qual é o doente que vai responder ou não à terapia, mais especificamente a imunoterapia.” Quem o afirma é Ricella Silva, especialista no Instituto de Investigação e Inovação em Saúde (i3S), no âmbito da sua apresentação sobre o estudo “Spatial predictors of immunotherapy response in triple-negative breast cancer”, no Best Of 2023. Veja a entrevista.

Por favor faça ou registe-se para aceder a este conteúdo


Médico News

Médicos

ou