Portadores de doença rara devem ser considerados grupo prioritário para vacinação

Dr. Luís Brito Avô

Medicina Interna

Portadores de doença rara devem ser considerados grupo prioritário para vacinação

Conheça a opinião do Dr. Luís Brito Avô, internista e coordenador do Núcleo de Estudos de Doenças Raras (NEDR) da Sociedade Portuguesa de Medicina Interna (SPMI), sobre a importância de considerar os portadores de doenças raras como grupo prioritário na vacinação contra a COVID-19.

Por favor faça ou registe-se para aceder a este conteúdo

Médico News

Médicos

ou