Literacia em Saúde oncológica: “O caminho está a ser feito mas ainda há muito por desbravar”

Prof.ª Doutora Cristina Vaz de Almeida

Oncologia

Literacia em Saúde oncológica: “O caminho está a ser feito mas ainda há muito por desbravar”

A Médico News entrevistou a presidente da Sociedade Portuguesa de Literacia em Saúde (SPLS), Prof.ª Doutora Cristina Vaz de Almeida, sobre a importância deste âmbito na gestão da doença oncológica. Veja o vídeo.

A Prof.ª Doutora Cristina Vaz de Almeida considera que existe muito trabalho a ser desenvolvido atualmente na área da literacia e muito mais por apostar, mas o verdadeiro impacto tem de começar mais cedo. A especialista afirma que é necessário investir na prevenção desde o jardim de infância, de forma a prevenir a doença oncológica e reduzir a sua prevalência.

No âmbito da gestão da doença entre o profissional de Saúde e o doente e seu cuidador, destaca a importância de dar a conhecer os direitos, fornecer informações relevantes sobre a doença, e empoderá-lo no capítulo da decisão.

Para tal é necessária formação ao profissional de Saúde, para que este ultrapasse os seus medos e reservas na ligação com o doente e com o cuidador, fornecendo ferramentas que facilitem a comunicação entre os intervenientes. “Literacia em Saúde consegue-se com desenvolvimento de competências. Permitir que o profissional de Saúde seja o maestro da relação terapêutica, que vai conduzindo, mas é essencial que o doente e o cuidador sejam envolvidos para que haja música”, ressalva a Prof.ª Doutora Cristina Vaz de Almeida.

 


Médico News

Médicos

ou