Experiência “favorável” do Hospital de Egas Moniz com DTG+3TC em doentes naïve e em switch terapêutico

Dr.ª Ana Cláudia Miranda

Infecciologia

Experiência “favorável” do Hospital de Egas Moniz com DTG+3TC em doentes naïve e em switch terapêutico

Dos 2500-3000 doentes infetados pelo VIH, que estão a ser acompanhados no Hospital de Egas Moniz (HEM), cerca de 100 estão medicados com a combinação dolutegravir + lamivudina (DTG+3TC). A experiência com esta combinação foi o ponto de partida para uma entrevista com a Dr.ª Ana Cláudia Miranda, infecciologista no Hospital de Egas Moniz e uma das palestrantes da reunião interativa, organizada pela ViiV Healthcare no dia 24 de março.

Por favor faça ou registe-se para aceder a este conteúdo

Médico News

Médicos

ou