Doença de Alzheimer: doentes devem ter um maior poder de decisão sobre o “seu presente e futuro”

Dr.ª Belina Nunes

Neurologia

Doença de Alzheimer: doentes devem ter um maior poder de decisão sobre o “seu presente e futuro”

A doença de Alzheimer é um patologia à qual está associada uma grande estigmatização, nomeadamente em relação à capacidade do doente de desempenhar o seu papel na sociedade. No âmbito do Dia Mundial da Doença de Alzheimer, que se assinalou a 21 de setembro, foi lançado um novo livro da LIDEL, “Ética na Doença de Alzheimer”, da autoria da Dr.ª Belina Nunes. De acordo com a especialista, verifica-se atualmente uma “crescente tomada de consciência” sobre as implicações sociais da doença. Contudo, afirma, é fundamental a “transferência progressiva da decisão sobre o presente e o futuro das pessoas afetadas com demência para os próprios doentes”.

Por favor faça ou registe-se para aceder a este conteúdo

Médico News

Médicos

ou