Cancro da mama precoce: “É no tratamento sistémico destas doentes que se verificam as maiores alterações nas guidelines”

Tatiana Cunha Pereira

Artigos

Cancro da mama precoce: “É no tratamento sistémico destas doentes que se verificam as maiores alterações nas guidelines”

“Com uma incidência crescente, a abordagem do cancro da mama precoce quer se multidisciplinar, com primazia para centros de alto volume.” Palavras de Tatiana Cunha Pereira, oncologista no IPO de Coimbra, sobre as mais recentes atualizações das guidelines da ESMO, sobre o diagnóstico, tratamento e follow-up do cancro da mama precoce. Em entrevista à News Farma, a especialista adianta ainda que “é no tratamento sistémico destas doentes que se verificam mais alterações em relação às orientações previamente publicadas”. Veja o vídeo.

Por favor faça ou registe-se para aceder a este conteúdo


Médico News

Médicos

ou