“A infeção fúngica invasiva é rara, difícil de diagnosticar e tem uma morbilidade elevadíssima”

Dr. Nuno Príncipe

Infecciologia

“A infeção fúngica invasiva é rara, difícil de diagnosticar e tem uma morbilidade elevadíssima”

A reunião “Infeções Fúngicas Invasivas no Doente Crítico” contou com a presença do Dr. Nuno Príncipe, do Centro Hospitalar e Universitário de São João, para uma abordagem acerca da sépsis fúngica. Assista, na íntegra, à entrevista.

Por favor faça ou registe-se para aceder a este conteúdo

Médico News

Médicos

ou