“A DPOC surge, na maioria dos casos, relacionada com hábitos tabágicos e é muito penalizadora para as mulheres”

Dr.ª Isabel Saraiva

Pneumologia

“A DPOC surge, na maioria dos casos, relacionada com hábitos tabágicos e é muito penalizadora para as mulheres”

Para celebrar o Dia Internacional da Mulher, que se assinalou no último dia 8 de março, a Associação RESPIRA lançou a campanha de sensibilização “Operação STOP DPOC”, com uma ação de rastreios gratuitos como forma de alerta para o aumento e impacto da doença pulmonar obstrutiva crónica (DPOC), sobretudo nas mulheres. A Dr.ª Isabel Saraiva, vice-presidente da Associação RESPIRA, relatou quais os principais objetivos da campanha e revelou o impacto desta doença e da necessidade de prevenção da mesma.  

Por favor faça ou registe-se para aceder a este conteúdo

Médico News

Médicos

ou