A biodisponibilidade da dexametasona no tratamento da COVID-19

Prof. Doutora Ana Rita Duarte

Infecciologia

A biodisponibilidade da dexametasona no tratamento da COVID-19

Um estudo clínico realizado por investigadores da Universidade de Oxford analisou a dexametasona, que provou ser eficaz no tratamento da COVID-19, reduzindo em 35% o risco de morte em doentes ventilados, e em 20% em doentes oxigenados. A Prof. Doutora Ana Rita Duarte, responsável por um estudo realizado pelo Departamento de Química da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa, em colaboração com a Universidade do Minho, adiantou de que forma o aumento da biodisponibilidade do fármaco pode contribuir não só para o tratamento da COVID-19, mas também de outras doenças.

Por favor faça ou registe-se para aceder a este conteúdo

Médico News

Médicos

ou